terça-feira, 18 de março de 2014

REFORMA ADMINISTRATIVA OU MAQUIAGEM ADMINISTRATIVA?


A tal reforma administrativa tão anunciado pelo governo petista, não alcançou as expectativas da população, pelo contrário, para muitos, houve apenas mais uma frustração na espera do novo. Das novas expectativas em relação ao governo de “um novo tempo”. 

O que se esperava não era o remanejamento de pessoas “tirando um secretário de uma secretaria e remanejando para outras funções especiais no Governo”. O que realmente se esperava é que houve-se uma mudança geral no quadro administrativo do Governo de Rodrigo Damasceno, mas não ocorreu! O novo continuou “velho”.

O que faz pensar um governo que se diz ser “Governo de um Novo Tempo” achar que a nossa população caiu nessa “maquiagem administrativa” , seria o mais correto para definir á tal reforma administrativa feita pela administração municipal. Maquiagem administrativa!

E em minha humilde opinião, nada mudou. O novo ainda é velho! Desejo de coração que eu esteja totalmente errado, pois, não desejo o mal a minha querida cidade. Ao contrário eu desejo que nossa cidade melhore e se desenvolva.

Fotos: Jardy Lopes

RIO TARAUACÁ ULTRAPASSA A COTA DE TRANSBORDAMENTO E ATINGE QUINTAIS NOS BAIRROS TRIÂNGULO E PRAIA

Tarauaca_700

O nível do rio Tarauacá subiu rapidamente na madrugada desta terça-feira e a água do manancial já invade quintais dos moradores dos bairros da Praia e Triângulo, localizados na parte mais baixa da cidade de Tarauacá.

De acordo com a medição da Defesa Civil feita às 11h da manhã de hoje, o rio marca 9,77 metros e ultrapassa a cota de transbordamento em 17 centímetros.

O prefeito Rodrigo Damasceno disse que a Defesa Civil Municipal e o serviço de assistência social da prefeitura monitoram desde as primeiras horas da manhã de hoje as áreas afetadas para um possível socorro. Porém, ainda não há famílias desabrigadas.

“Estamos preparados para qualquer eventualidade e a nossa Creche Municipal está preparada para abrigar famílias”, disse Damasceno.

Luciano Tavares – da redação de ac24horas Fotos: Jardy Lopes

quarta-feira, 12 de março de 2014

TARAUACÁ: RÁDIO NOVA ERA FM O INSTRUMENTO DE LUTA POPULAR


A Rádio Comunitária Nova Era FM do município de Tarauacá, no Estado do Acre, nasceu de um projeto elaborado pela Associação de Moradores do bairro da COHAB e enviado ao ministério das Comunicações. Em 1994 (Não deixando de reconhecer o trabalho do professor, Raimundo Accioly, que não mediu esforços para estala uma Emissora de rádio em nossa cidade. Que era o então presidente da Associação do Bairro COHAB). 

A rádio está há mais de dez anos no ar e atualmente atende mais de 20 mil habitantes que moram na zona urbana do município. 

Sua programação comunitária é diversificada e conta com programas destinados á Associações de Moradores, Sindicatos, Escolas, Conselho Tutelar, Polícia Militar, Igrejas, grupos de juventude, pastorais, esportes, cultura, colônia de pescadores, notícias e musicas. 

Desde sua fundação a rádio é líder de audiência na cidade, importante, a emissora se tornou um espaço de comunicação popular e um grande instrumento de luta do povo tarauacaense. Em breve, precisamente, na próxima semana estará com sua nova programação a todo vapor.

TARAUACÁ "TERRA MORENA"

                                             Tarauacá- Acre. Uma das cidades mais belas do Acre  

JANAINA FURTADO VEREADORA: UNIDADE DE SAÚDE DA MULHER E UM CENTRO DE RECUPERAÇÃO DE DEPENDENTES QUÍMICOS EM TARAUACÁ


Na sessão de terça feira, 11 de março, apresentei proposições em benefício das mulheres de Tarauacá.

Agradeço aos colegas vereadores pela aprovação das mesmas. Espero que o Poder Executivo possa atender os pedidos com maior brevidade possível.


Unidade de Saúde da Mulher.

A primeira propõe sugerindo ao Prefeito Municipal Senhor Rodrigo Damasceno e ao Secretário Municipal de Saúde Senhor Carlos Tadeu, a criação de uma Unidade de Saúde da Mulher.

A ideia é concentrar os atendimentos de ginecologia e obstetrícia, proporcionando às mulheres um local único e exclusivo para consultas, exames ginecológicos e outros.

O Centro de Saúde da Mulher deverá proporcionar também exames de prevenção do câncer de mama através de um aparelho de mamografia a ser instalado no local.

Em Tarauacá faz-se necessário um centro de atendimento especializado e exclusivo para nossas mulheres que muitas vezes precisam chegar de madrugada nos postos de saúde para agendamento de uma consulta através de uma das poucas fichas distribuídas que não atendem à demanda. Além disso, nossos profissionais de saúde não dispõem de um espaço exclusivo e equipado para atendimento de nossas mulheres.

O câncer de mama ainda é o tipo da doença que mais mata as mulheres entre 35-54 anos em todo o mundo. A cada 10 mulheres diagnosticadas com esse tipo de câncer no Brasil, três morrem por conta da doença, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, órgão do Ministério de Saúde.

O câncer de colo do útero, embora sua incidência esteja diminuindo, ainda está entre as enfermidades que mais atingem e matam as mulheres no Brasil.


Centro de Recuperação de Dependentes Químicos.

A segunda atende um pedido de muitas mães que me procuram constantemente sugerindo ao Prefeito Municipal Senhor Rodrigo Damasceno e ao Secretário Municipal de Saúde Senhor Carlos Tadeu, Secretário Municipal de Assistência Social, Antônio Araújo, a criação de um Centro de Recuperação de Dependentes Químicos.

Estive recentemente no mercado público de Tarauacá conversando com alguns dependentes químicos que se estabeleceram naquela área. Homens e mulheres que largaram família, trabalho e a própria vida por conta da dependência do álcool. Todos têm uma história para contar e muitos deles apesar de já apresentarem transtornos mentais, dependência química, depressão, estresse e transtornos alimentares, ainda manifestam a vontade de receberem tratamento.

Em Tarauacá esse é um problema que afeta dezenas de famílias. Muitas mães me procuram para pedir que eu lute para que em nossa cidade seja criado um centro de recuperação para essas pessoas. Encarar o problema de frente é um desafio para o doente e para sua família e para o poder público. Muitas pessoas ainda enxergam o alcoolismo como fraqueza, falta de caráter, e não como uma doença. Um deles me confidenciou que passou 8 meses numa clínica em Rio Branco e voltou para Tarauacá. Chegando aqui, não encontrou trabalho e sem apoio da família, acompanhamento psicológico, voltou a beber. Outro caso é o da nossa conhecida "Xuxa Park" que foi levada para Rio Branco através da prefeitura para receber tratamento e fugiu mesmo antes de começar a receber a medicação.

Dez por cento da população brasileira sofre com o alcoolismo. Os homens estão à frente nessa estatística com 70% dos casos, enquanto as mulheres correspondem a 30%. "O alcoolismo é a doença mental mais comum no mundo”, afirma Sérgio Nicastri, psiquiatra do Hospital Israelita Albert Einstein. (http://www.einstein.br/)

A dependência química não afeta somente a pessoa e sim toda a sua família e seus amigos. Esse é um problema que diz respeito à todos nós, especialmente aos pais .



JANAINA FURTADO

terça-feira, 11 de março de 2014

MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA COM AÇÃO CONTRA PREFEITURA DE TARAUACÁ POR CONTRATAR SEM CONCURSO

rodrigo-damasceno

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria de Justiça de Tarauacá, e o Ministério Público do Trabalho (Procuradoria de Rio Branco) propuseram, junto à Vara do Trabalho de Feijó – AC, ação civil pública com pedido de tutela antecipada, a fim de determinar que a prefeitura de Tarauacá realize imediatamente concurso público para contratação definitiva de servidores. A ação também pretende garantir todos os direitos trabalhistas assegurados pela Constituição Federal de 1988, bem como cumprimento de dispositivo que determina que o ingresso no funcionalismo público deve ser por meio de concurso público.

Segundo o Promotor de Justiça de Tarauacá, Luis Henrique Corrêa Rolim, que assina a ação, juntamente com a Procuradora do Trabalho Marielle Rissane Guerra Viana Cardoso, tal demanda não é novidade, já que o MPT instaurou inquérito civil em face do Município de Tarauacá em 2012 para apurar, entre outras coisas, admissão de pessoal sem concurso público. “O caso já estava sendo investigado pela Promotoria de Justiça antes disso, já que se havia evidenciado a prática de contratação sem concurso desde, no mínimo, o ano de 2009”, destaca o Promotor.

Confira um trecho da ação:

“Imperiosa, portanto, faz-se a intervenção do Ministério Público, a fim de se buscar o restabelecimento da ordem jurídica violada, através da suspensão da continuidade da lesão, bem como do impedimento de que, em atos futuros, o Município de Tarauacá continue contornando o princípio do concurso público através da realização de contratações irregulares, seja por que método for: contratação temporária para funções que representem permanente necessidade da Administração; nomeação para cargos em comissão em hipóteses em que não se esteja a tratar de funções de chefia, direção ou assessoramento; contratação de diaristas; contratação de mão-de-obra por intermédio de cooperativas; dentre outras formas que venham a ser utilizadas para burlar o regramento constitucional.”

A Ação Civil Pública prevê a suspensão imediata dos processos seletivos simplificados em andamento; abstenção de contratação dos selecionados em processos finalizados e desligamento dos contratos já efetivados. Caso a condenação advenha e o Município não cumpra a determinação judicial, ele poderá vir a pagar multa no valor de R$ 500,00 por dia de descumprimento. A importância será revertida ao Fundo da Infância e Adolescência do Município de Tarauacá (FIA), ou, a critério do Ministério Público e do Juízo, destinados à comunidade local.

Se a ação for julgada procedente, além do desligamento de todos os empregados contratados após o dia 05 de outubro/1988 sem concurso público, o município será condenado a realizar concurso público imediatamente, além do pagamento de cento e cinquenta mil reais a título de indenização por danos morais coletivos, também a serem revertidos em favor da sociedade local.

Assessoria MP

COMEÇOU A TODO VAPOR A OPERAÇÃO CIDADE LIMPA IMPLANTADA PELA PREFEITURA DE FEIJÓ


Já na manhã dessa segunda-feira, o Prefeito Mêrla Albuquerque, acompanhado de assessores e do vereador Mauro Defeson, acompanhavam de perto os trabalhos de limpeza nos bairros de Feijó.

Segundo o prefeito Mêrla, foi montado um verdadeiro Mutirão para que a cidade fique toda limpa, em um prazo máximo de 10 dias.

O prefeito visitou vários pontos da cidade e vem exigindo um bom trabalho das empresas prestadoras de serviço, na retirada de entulhos, roçagem, limpeza de valas e retirada dos dejetos, tornando visível o bom trabalho que vem sendo desempenhado.

O Prefeito Mêrla, após o inicio dos trabalhos, e o pontapé inicial passará os trabalhos as mão do Vice-Prefeito e agora prefeito em Exercício Cláudio Braga, que estará a frente dos trabalhos da prefeitura nos próximos 15 dias, enquanto o titular da pasta goza de um período de Férias de quinze dias.

“foi preciso dar esse pontapé inicial nos trabalhos e agora, sob os cuidados do Cláudio (vice-prefeito), temos a certeza de que as coisas começam a melhorar em Feijó, pois tivemos um ano de 2013 difícil e agora colocamos a prefeitura nos trilhos, iremos avançar com as obras que a população necessita.” Afirmou o Prefeito Mêrla.

acrefeijonew.

" ESTÁ TUDO MAIS CARO NOS MERCADOS. OVOS ESTÁ 5 R$ E TOMATE 6 REAIS", DIZ DONA DE CASA

aumento-preco2

Dezenas de consumidores têm usado as redes sociais para denunciar o suposto aumento abusivo nos preços de produtos diversos como gêneros alimentícios, gás de cozinha e até mesmo combustível. O suposto reajuste sem aviso prévio ou explicação justificada seria consequência do isolamento do Acre do restante do país, por conta da cheia do rio Madeira.

A assessoria de imprensa do governo do Acre garante que estão sendo dadas todas as condições para o abastecimento do mercado de Rio Branco.

A reportagem da Agência ContilNet foi até às ruas, supermercados e mercearias, para checar o valor dos alimentos.

A dona de casa Lucimara Feitosa, moradora do bairro Bahia, na Baixada da Sobral, é daquelas acostumadas a fazer compras na mercearia do bairro e se assustou com o preço dos alimentos.

“Tudo mais caro. Fui comprar uma sopa de saquinho que custava R$ 3, 80 e agora estão cobrando R$ 4, 90. Em uma dúzia de ovos, me cobraram R$ 5. O quilo do tomate está R$ 6. Eu não comprei. É um absurdo”, afimou.

Se a dona de casa Lucimara desistir de comprar na mercearia do bairro e procurar o supermercado, os preços não estarão muito diferentes. Em um dos mercados que integra uma das maiores redes de Rio Branco, a dúzia de ovos está custando R$ 4, 90, apenas 10 centavos a menos que na mercearia.

No mesmo supermercado, o quilo da maçã está custando R$ 5,43. A direção do mercado não quis falar sobre o assunto, limitando-se a dizer que são aumentos rotineiros de uns ou outros produtos.

No bairro Aeroporto Velho, o estoque do gás de cozinha acabou nas distribuidoras locais, e os moradores tiveram que recorrer a outra distribuidora, fora da região, onde a botija de 13 kl saltou do valor de R$ 45 para R$ 48.

A subsecretária de Comunicação Andréa Zílio afirmou que por conta das denúncias de aumento de preço nos supermercados, o governador Tião Viana se reuniu com empresários do setor para tratar sobre o assunto. Segundo Zílio, os empresários garantiram que não há aumento abusivo.

Gina Menezes, Da Agência ContilNet

PREFEITO MARCUS VIANA DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA E AMPLIA ÁREAS ATINGIDAS PELA ALAGAÇÃO EM RIO BRANCO

Marcus_visita_597


O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre Viana, assinou nesta segunda-feira, 10, o decreto de número 282. Documento altera o Decreto Municipal 111, assinado no último dia 4 de fevereiro. A publicação oficializa a atualização das áreas de risco da capital acreana.

Quando assinado o último documento, no inicio de fevereiro, ficou reconhecida a situação de emergência em áreas afetadas pelas inundações e propicias aos desbarrancamentos. Áreas urbanas e rurais foram contempladas.

A apresentação do Decreto será feita na próxima terça-feira, 11, ao secretário nacional de Defesa Civil, o general Adriano Pereira Júnior. Quem ficou responsável pela entrega da documentação foi o senador do Acre e vice-presidente do Senado federal, Jorge Viana (PT/AC). Ao assinar o documento, Marcus Viana disse o seguinte: “Choveu em dez dias o esperado para todo o mês de março”.

Segundo informou a Prefeitura de Rio Branco, as comunidades urbanas que estão inclusas no Decreto assinado nesta segunda-feira são as seguintes: Bairro 06 de Agosto, Santa Teresinha, Ayrton Senna, Adalberto Aragão, Aeroporto Velho, Terminal da Cadeia Velha, Baixada da Habitasa, Base, Conjunto Jardim Tropical (Rua 10 de Junho), Boa União, Glória, Cadeia Velha, Cidade Nova, Palheiral, Bahia Velha, Triângulo Novo, Taquari e Quinze.

Como já informado acima, algumas comunidades rurais são incluídas no documento. É o caso da comunidade do Bagaço, Extrema, Colibri, Limoeiro, Boa Água, Quixadá, Panorama, Vista Alegre, Oriente, Ramal da Judia, Cajazeira, Catuaba, Extrema II, Liberdade, Belo Jardim (ribeirinho),

Também fazem parte do Decreto as comunidade ribeirinha do Benfica, Capatará, Moreno Maia (onde há produtores residentes ao longo do Rio Acre e Caipora), Riozinho, Água Preta, Barro Alto e outros produtores ribeirinhos ao longo do Riozinho do Rôla, Vai se Ver, São Raimundo e Espalha.

O Decreto assinado por Marcus Alexandre Viana se justifica pela “necessidade premente de dar continuidade à adoção de medidas de proteção e garantir a segurança global da população que habita essas áreas” e que “o abrigo temporário no Parque de Exposições encontra-se instalado desde o dia 01.02.2014, perfazendo 39 dias de permanência das famílias com ações de assistência social, saúde, segurança alimentar e demais serviços essenciais”.

O nível do Rio Acre, na Capital, alcançou os 16,34m no inicio da tarde desta segunda-feira. A cota de transbordamento já é ultrapassada em 2,34m. Vale lembrar que com a cheia, muitos pedaços de madeira e vegetais estão ficando presos às ferragens da Ponte Juscelino Kubitschek de Oliveira, que liga os Distritos de Rio Branco.

Desde ontem o Poder público realiza uma mega operação para retirar os entulhos. Homens do Corpo de Bombeiros, Deracre e Polícia Militar executam os serviços. Já são mais de 36 horas de atividades. A ponte ainda se encontra interditada para o tráfego de veículos, mas de acordo com a diretora do Detran, Sawana Carvalho, que esteve no local, o acesso deve ser aberto ainda hoje, após os serviços de retirada dos chamados balseiros.

A equipe de ac24horas percorreu neste domingo, 09, vários bairros de Rio Branco que foram atingidos pelas águas do rio Acre. O cinegrafista Celiano José usou um Drone para mostrar a invasão das águas e os balseiros que ameaçam a estrutura da ponte metálica, no centro da capital do Acre. As imagens foram feitas quando a ponte ainda estava aberta para o tráfego de veículos. Veja o vídeo.

Segundo a Defesa Civil, atualmente 6.427 imóveis são afetados pela enchente. As águas já atingem 12 bairros da cidade. No Decreto publicado em fevereiro eram apenas 2.189 imóveis.

De acordo com a Prefeitura do Município, outro ponto levado em consideração foi o alto índice de acúmulo de chuvas. A situação se dá desde o mês de novembro do ano passado. Essa problemática causa ainda mais transtornos aos moradores de regiões alagadiças.

Mesmo com a ratificação de muitos tópicos do anterior Decreto, o Executivo municipal reafirma que não há recursos suficientes para custear as demandas pós-enchente. O documento também faz referencias à veiculação de nota do Centro Nacional do Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CMADEN), que declarou alerta de “risco alto” para enchentes einundações na Capital do Acre.

Informações divulgadas na manhã de hoje dão conta que alguns desabrigados deverão ser encaminhados para ao Ginásio Álvaro Dantas, na região do bairro Sobral. Todas vivem em áreas de risco. A demanda é muito grande.

Os moradores do bairro Taquari estão revoltados com a falta de barcos e caminhões para retirar seus pertences das casas tomadas pelas águas do Rio Acre. A espera já dura, em alguns casos, desde ontem, domingo. Os moradores passaram todo o dia esperando pela ajuda do Poder Público, que em alguns casos não chegou. Apenas os caminhões do Exército ajudavam na retirada dos móveis.

Ac24horas

domingo, 9 de março de 2014

A CAPITAL AMARGA A TRISTE REALIDADE DO INTERIOR


Infelizmente a cheia histórica do Rio Madeira vem causando o isolamento parcial (via terrestre) do Acre com o restante do país. O estado está a beira de uma crise de abastecimentos de alimentos, combustíveis, entre outros.
Este momento é uma nova e desagradável experiência à capital acriana, Rio Branco, e municípios próximos que são abastecidos exclusivamente através do transporte terrestre. A dificuldade para encontrar produtos, e a elevação de seus preços são quase que inevitáveis.

Nestes casos de isolamento, a solução mais viável é a ação do governo e das empresas de forma a garantir o fornecimento de serviços e produtos em qualquer circunstâncias, de forma a não gerar prejuízos para a população.

A redação do AC24Horas informou que neste sábado (08), a principal distribuidora de gás no estado (Fogás) descarregou 450 toneladas de gás na capital. Devido ao fechamento da BR364 o produto foi transportado em balsa o que aumenta os custos de operação, mas empresa não irá transferir as despesas para o consumidor.

NOS MUNICÍPIOS ISOLADOS A REALIDADE É OUTRA

Moradores dos municípios isolados (com acesso apenas aéreo ou fluvial) deste mesmo estado já estão acostumados com os intempéries, sendo que não dependem apenas do transporte terrestre.
Em certo ponto, os transportes de pessoas e mantimentos até este municípios, obrigatoriamente, são realizados em pequenas embarcações que levam dias até chegar ao destino.

Preços absurdos são pagos diariamente em qualquer produto industrializado, no entanto, a situação se agrava no período de verão amazônico, quando o nível das águas baixam, elevando os custos de transporte, que serão repassados aos consumidores. No Jordão, interior do Acre, o botijão de gás custa R$ 75 reais no único posto de revenda autorizado da Fogás.

Este triste episódio em que se encontra o Acre, infelizmente, deverá ser utilizado como experiência para que o governo e as empresas trace metas que garantam o mínimo dignidade aos acrianos que vivem ISOLADOS DIARIAMENTE.


Kézio Araújo, do Blogger de Notícias Fala Jordão - falajordao@gmail.com

sábado, 8 de março de 2014

COM O FORTE INVERNO ÁS RUAS DE TARAUACÁ TORNA-SE CADA DIA MENOS TRAFEGÁVEIS.



Com o forte inverno surgem logo os problemas de infraestruturas. Ruas, praticamente, intrafegáveis. Bueiros entupidos, esgoto a céu aberto etc.

As pessoas ao sai de casa procuram se proteger ao máximo para chegarem em seu local de trabalho limpas. Quando a chuva vem, nem o velho guarda-chuva é suficiente para manter os cidadãos Tarauacaenses secos, devido, grandes quantidades de porças de água que se formam na ruas após as chuvas. 


Diariamente, acompanhamos, todo tipo de críticas por parte da população nas redes sociais, especificamente, no Facebook. Nas esquinas não escutamos um elogio a atual administração do petista Rodrigo Damasceno e seu vice-Chagas Batista do PCdoB.

A Câmara Municipal parece ter “fechados os olhos” para os problemas sociais e culturais da nossa gente. Comentam, populares. (Claro! deixar, evidente, que não são todos os vereadores. Há vereadores que tem lutado por melhorias para nossa população).




Condutores de automotores, ciclistas e pedestres reclamam diariamente das péssimas condições que se encontra algumas principais vias do município, alguns, dizem que é melhor compra “ cavalos”, pois do jeito que a cidade se encontra, parece ser a melhor alternativa.

Quem cansou de esperar pela prefeitura foi nossos gloriosos taxistas. Segundo á Associação dos taxistas de Tarauacá, os mesmos já não aguenta mais os prejuízos ocasionados por buracos que estão presentes em quase todas as ruas do município. Os taxistas estão estarrecidos com essa situação e cansados de espera pela prefeitura, resolvendo, assim, agir por conta própria.

DEFENSORIA PÚBLICA: DEFENSOR DR. GILBERTO CAMPELO USOU SUA PÁGINA NO FACEBOOK PARA AGRADECER O PERÍODO QUE ATUOU NO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ

 

Dr. Gilberto Campelo, um jovem e promissor defensor público. O período que passou na nossa querida Tarauacá, prestou um relevante trabalho para nossa sociedade tarauacaense. Durante seu período na terrinha do Abacaxi, não mediu esforços para atender nossa gloriosa população, sempre atencioso com o Movimento Comunitário e precursor de grandes ações, entre elas, o bloqueio judicial das contas da Prefeitura de Tarauacá. 


Outra, ação foi o Programa Defensoria nos Bairros, com objetivo de aproximar cada vez mais a Defensoria Púbica das comunidades. E outras, ações de grande relevância. 

Um abraço, companheiro. Desejo muito sucesso na sua carreira promissora. Agradecemos á atenção e o carinho que sempre teve com os Movimentos Comunitários. O Defensor, Dr. Gilberto, usou sua página no Facebook para agradecer os amigos e se despedir da nossa Tarauacá. Acompanhe logo abaixo, o texto. 


Facebook


Há quase um ano cheguei aqui em Tarauacá com um medo desgraçado do que estava por me esperar: medo do novo, medo do diferente, medo do desconhecido... Eu era a ansiedade em pessoa, mas também estava cheio de vontade de começar a realizar o sonho de ser Defensor Público! E hoje, depois de uma longa caminhada, chegou a hora de me despedir e seguir para um novo desafio: Brasileia! Voltando à Tarauacá, posso dizer que morar e trabalhar aqui foi, sem sombra de dúvidas, um experiência inigualável! Profissionalmente falando, foi extremamente difícil, pois fui o único Defensor de uma Comarca bastante trabalhosa e com sérios problemas estruturais. Tudo isso, juntamente com a minha inexperiência, acabou por transformar a busca pela garantia de direitos aos necessitados em um árduo desafio diário. 

Porém, posso dizer que tudo isso foi engrandecedor e eu faria tudo de novo, do mesmo jeito... Tive algumas experiências que jamais esquecerei: o meu primeiro júri, o mutirão de audiência previdenciárias, as visitas regulares à Unidade Prisional Moacyr Prado, a ida ao Jordão, os atendimentos no Bairro da Cohab e do Ipepaconha, a visita na comunidade indígena do Caucho... apenas para citar algumas! Além do mais, posso dizer que fui feliz aqui (teve Festival do Açaí, festas no Swing, happy hours no Semáforo Pub, inúmeros churrascos, farras na fazenda, cerveja no "Manelzim"... hehehe) e fiz amigos que carregarei por toda a vida em meu coração! Dito isso, gostaria de fazer alguns agradecimentos públicos e, desde já, peço desculpas por me alongar um pouco e também se eu me esquecer de alguem:

1. Júnior (Katyana Aguiar Salvio Junior) e Altamir Nogueira Morais saibam que vocês foram mais do que colegas de trabalho e parceiros de luta diária na Defensoria, vocês foram amigos e estejam certos de que sem vocês nada teria dado certo Meu muito obrigado também a Maria, a Juminha e a "Caboca", que completam a equipe da Defensoria... vocês foram demais! Aproveito também para pedir desculpas a vocês, se em algum momento eu falhei como chefe... juro que eu estava tentando acertar;

2. José Alex Souza Martins, "fie", muito obrigado também... acho que você foi a pessoa que mais perturbei em Tarauacá... hehehe Sem sua ajuda não teria conseguido fazer meu trabalho! Aproveito ainda para agradecer aos demais colegas do Fórum Mario Strano Claudielly Leite, Samara, Zezé, Abimael, Sandra, Diogo, Bia, Sayane Marinho, Lucivaldo, Jailene, Nélia, Jacqueline Mendonça, Sandro, Portela, Rosinha, Dorinha e as meninas da cantinha, sempre tão carinhosas comigo...)! Vocês conseguiram transformar as maçantes horas de esperas por audiências, algo extremamente mais prazeroso... hehehe Sentirei a falta de vocês. Um obrigado muito especial à Saria... você é simplesmente demais! Não poderia também esquecer de agradecer a Dr. Joelma Nogueira, Dr. Erik, Dr. Luis Henrique Corrêa Rolim, Dr. Flávio, Dr. Oscar Júnior, Dr. Lucivan Nery DE Lima e Dr. Willian pela paciência e pela troca que sempre existiu durante os trabalhos em Tarauacá. Obrigado ainda aos profissionais do CREAS e do Abrigo Municipal que sempre estiveram dispostos a ajudar meu trabalho;


3. Agradeço ainda Jose Gomes e Gilson Amorim pela parceria de trabalho e pela aproximação que vocês me proporcionaram com as associações de bairro e com os movimentos sociais! Valeu mesmo;

4. O meu muuuuuuito obrigado também aos amigos Junior, Katyana, Kalyne Mitza Vander Lima, Luis Aguiar, Sandy Reis, Aubadias Torquato, Nayara Soares, Magrivel, Liberdade M. Maia, Rone Maia. Thaina Aragão, Italo Milena Feltrini,Ronis Messias, vocês fizeram me sentir em casa e ajudaram a diminuir um pouco a saudade do meu Ceará e da minha família;

5. Por fim, Danilo Monteiro de Barros e Maysa Caron Fachetti, em relação a vocês, fico até sem palavras... meus companheiros de todas as horas... posso dizer que só em ter conhecido vocês, minha vinda para Tarauacá já valeu a pena. O fato de estarmos longe de casa e da família acabou por nos unir e por fortalecer a amizade. Tenho um carinho enorme por vocês. Já sinto falta de vocês! Espero vocês em Brasiléia, viu? Hehehe

É isso... muito obrigado Tarauacá! Foi bom demais! Peço desculpas se em algum momento deixei a desejar como profissional ou como pessoal... Juro que errei tentando acertar! Vou embora levando muito de Tarauacá e espero que também tenha deixado um pouco de mim aqui... Um beijo a todos já cheio de saudades.

NO ACRE: IBAMA APREENDE 35OKG DE CARNE DE ANIMAIS SILVESTRES


gentes da Operação Rios Federais, formada por membros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Acre, e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) apreenderam na região do Alto Acre, três pacas, nove jacarés, quatro capivaras. 

A operação, que foi realizada entre 27 de fevereiro e o último dia 5 de março. Quatro suspeitos foram autuados pela polícia judiciária ambiental. Ao todo, foram apreendidos cerca de 350 kg de carne de caça. A comercialização de animais silvestres está prevista em lei e é considerada crime federal.

Os órgãos também fizeram a apreensão de dois jabutis vivos. Ambos foram devolvidos à floresta. Diversos outros materiais foram encontrados com os criminosos.

Segundo informou o Ibama, a carne apreendida não possui condição alguma de ser doada à comunidade. As multas pelo crime chegam a R$ 9 mil. Somadas, as multas aplicadas aos enquadrados no ato ilegal totalizam R$ 9 mil. A instituição federal deve intensificar as ações nos próximos dias.

Da Redação Ac24horas 

DIA DA MULHER: MUTIRÃO DA SAÚDE LEVA ATENDIMENTO PARA MULHERES NO LAÉLIA ALCANTAR

acao-mulheres2

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa) realiza neste sábado, 8, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Mariano Gonzaga, no bairro Laélia Alcântara, um mutirão de saúde voltado para as mulheres. Médicos, enfermeiros, técnicos e agentes de saúde estarão realizando consultas, testes rápidos de HIV e glicemia, aferição de pressão arterial, vacinação contra HPV (para meninas de 11 a 13 anos) e outras doenças, exame de câncer do colo do útero, agendamentos com ginecologistas se necessário, acompanhamento de pré-natal e tratamento dentário com três dentistas que estarão mobilizados durante todo o dia para prestar atendimento a todas as mulheres que procurarem a UBS nesse dia.

“Esse mutirão é voltado para as mulheres como parte da programação da Prefeitura de Rio Branco para o Mês da Mulher”, explicou Marcilene Alexandrina, secretária municipal de Saúde.

A UBS Mariano Gonzaga foi escolhida para sediar esse mutirão especial porque está localizado no centro de uma grande região, uma zona populosa em que, de acordo com avaliação da SEMSA, uma ação intensiva deverá trazer resultados muito positivos para a saúde da população –e, no caso deste 8 de Março, especificamente para as mulheres.

A SEMSA, assim como toda a estrutura da Prefeitura, tem tido ação protagonista na programação das comemorações do Mês da Mulher. No Carnaval, por exemplo, comandou o Bloco da Prevenção, que atuou nos bairros onde ocorreram festas populares.

Lançada há uma semana pelo prefeito Marcus Alexandre, a agenda paras o Mês da Mulher se estende até o dia 28 de março e têm ações de saúde, grupo de reflexão, campeonato de futsal, cinema na comunidade, seminário de educação, exposição fotográfica, oficina sobre gênero, agenda ambiental, tudo voltado para discutir e debater políticas para a mulher acreana.

Assessoria

quinta-feira, 6 de março de 2014

MPE APURA DENÚNCIA CONTRA POLÍCIAS MILITAR E CIVIL POR CONFLITO NA DELEGACIA DE FLAGRANTES

mp-oficial

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da Promotoria Especializada de Controle Externo da Atividade Policial, instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar denúncia contra as polícias Militar e Civil, que no último sábado, 1º, teriam entrado em conflito na Delegacia de Flagrantes, em Rio Branco.

A Promotoria Especializada de Controle Externo da Atividade Policial está acompanhando o caso desde o feriado de carnaval, quando a imprensa noticiou que policiais militares teriam invadido a unidade de segurança para soltar um sargento que havia recebido voz de prisão pelo delegado plantonista. O procedimento foi instaurado na terça-feira, 4.

“Não podemos emitir juízo de valor acerca das responsabilidades, mas lamentamos profundamente esse tipo de ocorrência porque, além de causar um mal estar entre as Instituições, repassa à população uma desnecessária sensação de insegurança”, comentou o Procurador-Geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto.

Na manhã desta segunda-feira, 6, o Procurador-Geral reuniu-se com o Promotor Dayan Albuquerque, que vai conduzir a investigação. Oswaldo D’Albuquerque garantiu todo o apoio logístico e de infraestrutura para que o procedimento tenha prioridade.

“Além de apurar responsabilidades, o Ministério Público também espera contribuir para que este caso não venha prejudicar a boa relação entre as polícias e, consequentemente, o bem estar da população”, destacou Oswaldo D’Albuquerque.

Assessoria

JANAINA FURTADO VEREADORA: NOTA DE ESCLARECIMENTO ÀS COMUNIDADES INDÍGENAS


Na última sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Tarauacá votei contra o Projeto de Lei Nº 004/2014, do Poder Executivo que trata da Estrutura Organizacional do Município e manifestei as razões publicamente durante a sessão ao justificar meu voto, como foi noticiado pela imprensa local.

A vereadora Janaína Furtado - PSD, justificou o seu voto contrário, alegando que é a terceira vez que esse projeto é apresentado na Câmara. Na primeira vez, o projeto do executivo foi apresentado, foi votado e aprovado e o prefeito, estranhamente, vetou a sua própria proposição. Da segunda e da terceira vez, ela se posicionou contra devido a forma que a prefeitura e sua base de apoio trata a câmara sem debater detalhadamente o projeto. “Voto contra o projeto porque não tivemos tempo de debater, estudar mais a proposta e sugerir algumas modificações”, disse a vereadora.

projeto, que cria uma coordenação indígena municipal, já havia sido aprovado por mim em 2013 e foi vetado pelo prefeito. 

Na ultima sessão votei contra a reedição do mesmo porque minha função exige que eu estude as propostas antes de votar e acho que todos deveriam adotar essa conduta. Como a prefeitura mandou o projeto na quarta feira e queria que ele fosse aprovado na sexta, não tive tempo para estudá-lo. Nunca vou aceitar esse tipo de imposição. 

Qualquer tentativa de colocar as comunidades indígenas contra mim por conta de meu voto, não passa de irresponsabilidade daqueles que estão atrelados ao governo municipal e assim querendo justificar essa relação incestuosa com o poder executivo. Nada contra as comunidades indígenas que merecem nosso respeito pelas suas histórias e tradições.  Respeito muito os posicionamentos do meu ex-colega de partido Vereador Narço Kaxinawá, mas, repudio qualquer tentativa de me colocar contra esses povos.

Aproveito para me colocar á disposição de todas as comunidades indígenas do município de Tarauacá.

JANAINA FURTADO