quinta-feira, 17 de novembro de 2016

IDOSA COM ALZHEIMER É ENCONTRADA MORTA APÓS SETE DIAS DESAPARECIDA

Rita teria desaparecido na manhã de quinta (9), em Epitaciolândia (Foto: Arquivo da família)

A aposentada Rita Rodrigues, de 65 anos, foi encontrada, na quarta-feira (16), sem vida após passar sete dias desaparecida. Rita tinha Alzheimer e tomava remédios controlados, segundo o filho, o autônomo Berenildo Rodrigues, de 42 anos. Ele diz ainda que a mulher foi encontrada a aproximadamente 1,5 mil metros do local de onde havia sumido.

Rita vivia em uma casa com a filha e o genro, em um ramal no km 67 da rodovia BR-317, na zona rural do município de Epitaciolândia, interior do Acre. No dia 9 de novembro, ela estava só em casa com o genro. Segundo um amigo da família, o homem disse que estava colocando lajotas na varanda e ela ao lado, quando em um momento de distração dele sumiu.

O Exército chegou a ser acionado para dar apoio aos amigos e familiares a procurar pela mulher, mas após seis dias as buscas foram suspensas.

“Ela foi encontrada por volta das 17h, estava a aproximadamente 1,5 mil metros do local de onde havia saído. Ela era doente e aí foi para a mata e não achou o caminho de volta. Como não foi achada logo e ficou sem medicação infelizmente veio a óbito”, contou o filho da idosa.
O autônomo disse ainda que o resultado da autópsia aponta que a morte da idosa ocorreu por causas naturais e que não havia sinais de violência.

Rodrigues agradeceu as pessoas que ajudaram na procura e diz que apesar da situação há ao menos um conforto. “A gente tá muito triste, mas por outro lado Deus nos confortou porque conseguimos encontrar ela, mesmo sem vida”, finaliza.

O corpo está em Rio Branco, na sede do Instituto Médico Legal (IML). A família espera que ele seja liberado até às 18 horas desta quinta para ser levado para a cidade de Assis Brasil. Onde deve ser velado e enterrado.

G1/Ac

PREVISÃO DE NÃO PAGAMENTO DO 13° DEVE DESACELERAR VENDAS DE FINAL DE ANO, DIZ FECOMÉRCIO

A previsão de não pagamento do 13º salário aos servidores públicos do Acre, anunciado pelo Governo do Estado, caso confirmado, deve desacelerar as vendas de final de ano no comércio local, mas a medida pode não ser tão drástica. A expectativa é da superintendência da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC).

De acordo com o superintendente da instituição, Aurélio Cruz, o que segura o comércio local ainda é o pagamento do governo, que vem se mantendo em dia. “O não pagamento do 13º vai dar uma desacelerada. Em contrapartida não é tão drástico. O Acre é um dos estados que tem superávit primário”, destaca.

Cruz acrescenta ainda que a crise é motivada pela falta de confiança, que acaba criando um ciclo vicioso. “Mas o grau de confiança do comerciante vem melhorando nos últimos dois meses”.

Apesar de o porta-voz do governo ter anunciado acreditar que nenhum estado brasileiro poderia ter condições de anunciar que tem o 13º garantido, o superintendente da Fecomércio/AC diz que o Acre ainda está respirando e que neste momento as pessoas precisam resgatar a confiança.


Redação Folha do Acre

TARAUACÁ : POLÍCIA MILITAR PRENDE QUADRILHA QUE PRETENDIA REALIZAR ASSALTOS COM ARMAS DE FOGO


Homens do Serviço de inteligência da Polícia Militar em conjunto com a guarnição de serviço, conseguiram, após investigação, se antecipar ao crime de assalto que estava para ser realizado por uma quadrilha aqui no município. Nesta quinta feira, 17 de novembro, eles surpreende o grupo que estava hospedado em dois cômodos num quarteirão localizado no Bairro da Praia, rua Manoel Lourenço. 

A polícia prendeu Rafael Vasconcelos de Melo, 23 anos, com várias passagens pela policia da capital e sua parceira Sibele Matias Veras, 23 anos, com passagem pela polícia por tráfico de drogas, ambos moradores da Rua Jarbas Passarinho, número 2046, Bairro Apolônio Sales, em Rio Branco. Segundo a polícia esses dois chegaram recentemente de Rio Branco somente para realizarem os assaltos em nossa cidade.

A polícia prendeu Rafael Vasconcelos de Melo, 23 anos, com várias passagens pela policia da capital e sua parceira Sibele Matias Veras, 23 anos, com passagem pela polícia por tráfico de drogas, ambos moradores da Rua Jarbas Passarinho, número 2046, Bairro Apolônio Sales, em Rio Branco. Segundo a polícia esses dois chegaram recentemente de Rio Branco somente para realizarem os assaltos em nossa cidade.